Domótica filosofando


#1

Esta semana me deparei com algo muito bacana meu amigo iníciando no mundo da automação me mostrou sua automação residencial, como através do celular ele controlava o ar-condicionado som e as luzes de sua casa. Achei muito legal seu esforço e o parabenizei pelos resultados obtidos. Mas gostaria de deixar algumas ponderações a respeito da grande maioria de empresas de automação que não estão nada mais qeu vendendo gato por lebre.
Bem deixe me explicar a maioria das automações residenciais que vemos hj em dia nas residencias são nada mais que um interruptor de parede instalado em um celular vc só trocou o interruptor de lugar e na maioria das vezes não é mais pratico, é mais rápido vc levantar a bunda e meter o dedo no interruptor do que ficar achando o aplicativo e acionando os comandos e isso quando vc mora sozinho e quando vc tem um monte de filho que eles ficam pedindo o celular para ligar uma luz que piada automatizou o que?.
A verdadeira automação é aquela que vc conforme vai se movimentando pela casa as luzes vão se acendendo e apagando conforme a sua presença de acordo com a temperatura já ligam o ar ou ventilador no local que vc programou sem vc precisar ligar nada isso sim é automação. É aquela que vê que não tem papel no banheiro e já te manda um text no celular te lembrando para comprar para vc não ficar na mão kkkkk. Agora trocar um interruptor por outro no celular que é mais trabalhoso para acionar visto que vc tem q apertar um monte de coisa me desculpem isso é vender gato por lebre.


#2

100 % assinado embaixo… AUTOMAÇÃO foi o que um engenheiro americano fez na década de 80 com algo tipo um TK85 ou similar, em que até o cortador de grama funcionava sozinho…
É a mesma coisa que dizer que é “Maker” mas só sabe juntar módulos industrializadoe s baixar código pronto pra fazer robozinho…


#3

Ludicon outra coisa que estava ponderando é sobre a conhecida Inteligencia Artificial. Estou fazendo um curso sobre machine learning e IA e estou surpreso pelo que eu estou aprendendo ou deduzindo do aprendizado. Toda essa propaganda existente referente ao assunto como algo novo é pura enganação bom pelo menos tudo que vi sobre o assunto. Bem deixe-me explicar antes que alguém ache que sou desvairado.
O que deduzi é que a tal IA ou também o Machine Learnig nada mais são do que códigos muito, mais muito mais bem escritos com um monte de IF, ELSE, WHILE, FOR e etc utilizando muito biga data, banco de dados e dados coletados fechando todas as situações possíveis e no fim quando vc vê a coisa funcionando o cidadão que não entende fala "Putz que legal não é que funciona sozinho não que o carro dirige sozinho! ".
Primeiramente gostaria de parabenizar os fodão que escreveram esses códigos e montaram todo o hardware mas dizer que pensa sozinho lá no fundo bem lá no fundinho tem um código e um muito bem escrito por trás e um hardware parrudo para dar conta do recado.


#4

@skullcrusher777 muito boa a sua colocação.

Eu também vejo muitos dos meus amigos “automatizando” a residência com o uso de celulares e fico admirado com a capacidade do pessoal de integrar os módulos e shields do mercado. Uma coisa temos que admitir. Ficou mais fácil nos tempos atuais. A curva de aprendizado diminuiu.

Vejo isto como uma grande oportunidade porque até aqui falamos somente de software. O desenvolvimento de hardware sumiu, desapareceu. Tudo esta pronto, basta programarmos o software.

Eu, como alguns outros, ainda tenho uma vertente muito forte no desenvolvimento. Eu já trabalhei em ao menos 4 empresas desenvolvendo hardware e o software embarcado, o que me deu bagagem para desenvolver muita coisa em eletrônica e elétrica, incluindo automação de verdade.

Quanto a IA é isto mesmo, não poderia ser diferente. Hoje ainda vamos ter muito código mesmo e cercando as possibilidades por decisão. Muito parecido com nosso cérebro.

Mas se pararmos para analisar alguns conceitos acerca das redes neurais vai faltar processamento para chegarmos em algo mais próximo da inteligencia.

Já parou para estudar o Watson da IBM?

Abraços.


#5

WagnerB bom dia!
Sim já conheco o Whatson da IBM e a grande sacada dele é que ele acessa muitos bancos de dados para a tomada de decisão. Por exemplo em casos juduciais onde ele está sendo utilizado a taxa de ganho de disputa judicial dele é de mais de 85% por que ele tem acesso a inúmeros banco de dados com disputas e com isso ele utiliza enormes bancos de dados de jurisprudencia coisa que para um advogado comum é impossivel.


#6

@skullcrusher777

Tive a oportunidade de ver o Watson em ação em alguns treinamentos que fiz pela empresa que trabalhei e é isso mesmo. Big Data!

Em um seminário de Óleo e Gás que participei vi que as empresas estão se estruturando mais ainda para criar esse mesmo tipo de ambiente na exploração e produção de petróleo. O objetivo maior é a redução de pessoal a bordo de plataformas.

Na Petrobras o índice de digitalização das plataformas chega a 80% e inclusive nas novas plataformas a digitalização é enorme. Com uma base de dados gigantesca eles poderão tomar decisões em relação a operação&produção sem a necessidade de intervenção humana na maioria dos casos. Automação violenta dos processos.

No mais é isso mesmo Big Data.

Uma coisa não sai da minha cabeça, o que fazem com a maioria dos dados que geramos todos os dias acessando a internet?

Abraços.


#7

Vc já trabalhou com a Petrobras?
Já fiz um monte de projeto para eles como tercerizado na diciplina de gasodutos, projetos mecanicos geoprocessamento e civil e raramente projetos eletricos que eram na maioria de proteção catódica.


#8

@skullcrusher777

Já, em projetos nas áreas de Telecom e TI.

E já trabalhei desenvolvendo os circuitos de uma plataforma de aquisição de dados para PDG (fundo de poço) em uma empresa que vendia para a Petrobras.