"internet of thing e internet of everything


#1

Divagando sobre um assunto para escrever, e levando-se em consideração a minha ida para o IOT LATIN AMERICA, resolvi escrever sobre um assunto super HOT: “INTERNET OF THING” e me deparei com alguns estudos interessantes sobre o assunto, um estudo do Gartner Group, MIT e da Cisco! E resolvi fazer um breve resumo sobre o assunto:

A “Internet das Coisas”, foi uma das principais tendências de 2015, pelo estudo do Gartner. Em seu estudo até 2020, arrecadará $ 1,9 trilhão !

O estudo prevê que até 2020, mais de 30 bilhões de dispositivos estarão conectados ! É um mercado estrategicamente importante!

Só para vocês terem uma ideia em 2009, tínhamos 2,5 bilhões de dispositivos conectados; sendo estes telefones celulares, PCs e tablets.

Como mostra a figura abaixo, haverá mais de 30 bilhões de dispositivos conectados em 2020, e serão outros dispositivos (veja a Figura 1).

O setor industrial se beneficiará muito com a criação de milhões de dispositivos, exemplo disso seria dispositivos como chinelos inteligentes e outros dispositivos que poderiam através de sensores as condições médicas ou quedas nos casos de idosos, se algo de errado com o paciente, o dispositivo alertará um médico ou via e-mail ou por mensagem de texto.

Isso ocasionará inovação em três níveis: processos de negócio, modelo de negócios, e de momento negócio.
Criará dezenas de milhões de novos objetos e sensores, que geram dados em tempo real. Como disse Nick Jones, Vice Presidente de Pesquisas e Analise do Gartner "Os dados são dinheiro”. Isso criará liberdade e agilidade nas informações.

A internet das coisas engloba: Hardware, Software Embarcados, serviços, conectividade, comunicação, serviços de informação conectados as coisas.

O Gartner prevê que as empresas façam uso extensivo da tecnologia: isso inclui dispositivos avançados médicos, sensores de aplicação para automação, robótica industrial, sensores minúsculos para aumentar a produtividade agrícola, sistemas de monitoramento para transporte rodoviário, ferroviário, distribuição de agua, energia elétrica, etc.

Mas ao passo que todos os dispositivos estejam conectados e recolham dados, também aumenta proporcionalmente as preocupações com segurança e privacidade.

Assim sendo, precisamos fazer duas distinções: INTERNET OF THING E INTERNET OF EVERYTHING

AFINAL O QUE E A “INTERNET OF THING” - IOT ?

“INTERNET OF THING” são objetos físicos que são acessados através da Internet. Esses objetos contêm tecnologia que permite interagir com os estados internos ou no ambiente externo. Em outras palavras, quando os objetos são capazes de detectar e comunicar alterações como e onde as decisões são tomadas e quem os faz. Por exemplo, termostatos inteligentes.

E A “INTERNET OF EVERYTHING”?

De acordo com a definição da Cisco:

“The Internet of Everything is the intelligent connection of people, process, data and things”

É a reunião de pessoas, processos, dados e “coisas” para conexões de rede mais relevante e valiosa, convertendo a informação em ações que criem novas capacidades, experiências mais ricas e oportunidades economicas sem precedentes para as empresas , pessoas e países "(Cisco, 2013).

PILARES DA INTERNET OF EVERYTHING
Pessoas: Conectar pessoas de forma mais relevantes e significativas.
Dados: análise de dados para tomadas de decisões mais inteligentes.
Processos: entregar a informação certa para a pessoa (ou máquina) apropriado no momento certo.
Coisas: dispositivos físicos e conectado à Internet e uns dos outros para alcançar objetos de tomada de decisões inteligentes; muitas vezes chamado de Internet das coisas .

Em termos simples, “Internet of Everything”: conectar pessoas, processos, dados e coisas. No entanto, Internet of Everything descreve um mundo no qual bilhões de objetos têm sensores para detectar, medir e avaliar o estado; tudo o que conectado através de redes públicas ou privadas, utilizando protocolos padrão.

CONCLUSÃO:

A “internet de todas as coisas” são focadas em quatro pilares, e a “internet das coisas” contém um único pilar: “As Coisas”; A internet de todas as coisas aumenta o poder de melhoria dos desempenho dos negócios e da indústria e visa melhorar a vida das pessoas para contribuir para o avanço da Internet das Coisas.

Referencias

http://www.cisco.com/web/about/ac79/innov/IoE.html

http://www.cisco.com/web/solutions/trends/iot/overview.html