Microfone para automação, qual serve?


#1

Então pessoal, como vão, tudo bem? Criei um projeto piloto bem legal em casa, controlo praticamente toda a minha casa usando meu smartphone, inclusive fiz uma central de alarme inteligente, vários sensores e um rapsberry + arduino, mas, agora, queria avançar, colocar comandos de voz (http://jasperproject.github.io), onde teoricamente seria possível enviar comandos para acender ou apagar uma luz, e assim por diante, já vi algumas formas de fazer e creio que quanto a programação não será problema. Meu problema principal é quanto a hardware, mais especificamente o microfone. Alguém me indica qual microfone usar ( pode ser um link do aliexpress do produto que sirva)? Pretendo a principio colocar um microfone em cada quarto, um na sala e um na cozinha. Eles precisam captar a minha voz a cerca de uns 5 metros de distancia e conduzir até minha “central (um raspberry e um arduino)” que esta no terceiro andar, dentro do home office, uns 10m de fiação no máximo (nos exemplos com Jasper eles usam um microfone USB, mas no meu caso preciso de fio longo) . Desde já agradeço qualquer dica.


#2

Por que não começa testando microfones de webcam ou outros microfones baratos de eletreto ?


#3

É uma ideia sim, mas será que se eu cortar o fio um microfone destes fazer uma emenda expandindo o seu comprimento ele continua funcionando corretamente? Um mic deste deve ter uns 2 metros de fio, preciso colocar um fio que atinja uns 10 metros.


#4

Microfone nenhum (a não ser os profissionais) vai prestar com 10 m de cabo, e mesmo com microfones profissionais você teria de usar um cabo de excelente qualidade (grosso e caro). É muito melhor você criar um esquema a dois ou três fios usando pre-amplificadores junto dos microfones, e assim você transmite um sinal de baixa impedância, muito menos suscetível a ruídos. Existem maneiras de “montar” o sinal de áudio em um par de fios que levam a alimentação DC para o preamplificador, mas acho que é mais simples usar três fios (dois para DC e um de sinal).
Para cada ponto você manda uma alimentação DC e um fio de retorno de sinal de áudio, usando o negativo da alimentação como terra.
E para não ter problemas de queda de tensão usando fios finos, você pode enviar uma tensão DC mais alta do que o seu preamplificador requer, e regular no próprio pré.
Eu fazia isso quando instalava alarmes em casas muito grandes, onde a distância de um sensor até a central às vezes causa problemas por conta de queda de tensão, então enviava uma tensão de, digamos, 18V e regulava para 12V (tensão de trabalho do sensor) numa plaquinha colocada junto do sensor.
Uma solução muito barata seria usar sisteminhas vagabundos de caixas acusticas de computador, ligando o microfone direto ao amplificador interno das caixas e transmitindo de volta para a sua central o sinal que seria enviado aos alto-falantes da caixa. Esses sistemas geralmente funcionam com 5V, então mande 12V e coloque um 7805 para regular a tensão, por exemplo.


#5

Obrigado pela dica. Vou testar. Se tudo der certo disponibilizo o codigo fonte do projeto (softwares de controle) junto com os esquemas aqui no forum, valeu!


#6

Se “enroscar” na questão dos microfones em si eu tento “desenterrar” minha eletrônica básica (de 40 anos atrás) para dar mais detalhes. Eu sei os princípios gerais mas os detalhes eu esqueci…


#7

Qual seria o uso que pretende fazer? Apenas para usar com palmas ou ruídos simples, ou por meio de palavras? Estive pesquisando para implementar mais para frente um projeto semelhante ao seu, quando descobri que é necessário um microfone com reconhecimento de voz, sendo que existe shield para o arduino com esta função, mas são um pouquinho caros, mas acredito que resolveria o seu problema. Quanto as compras uso com tranquilidade o DX.COM, inclusive com seguro nos extravios dos objetos.


#8

Bom dia Luiz, tudo bem? Meu projeto irá controlar através da voz, vou pesquisar melhor sobre isso então. Para raspberry pi existe o Jasper, uma especie de “API” para facilitar o trabalho. Em Arduino ainda não pesquisei como fazer, mas também creio que isso não seja problema.