Optoacopladores


#1

Olá pessoal,

Falando sobre optoacopladores. Estou montando uma pcb onde a ideia é utilizá-los nas saídas para acionamento de relés e nas entradas para detectar status do mesmo. Esses periféricos serão controlados pelo microcontrolador Arduino. A pergunta é com relação a montagem do circuito.

Muitos utilizam dois Gnds (separados) para não ter nenhum tipo de contato físico quando se trata de optoacopladores. Em contrapartida vejo muitos projetos onde tudo é ligado num único Gnd. Afinal, corre o risco de queimar as portas do microcontrolador interligando tudo no mesmo Gnd ou é só conversa?

Att Rodrigo.


#2

Não sou expert na área, mas pelo que vi em manutenção ao longo de uns 30 anos posso te dizer o seguinte:
1 - Se você vai comandar altas potências e tensões, eu acho que o melhor é isolar completamente os circuitos. Muitas fontes de alimentação chaveadas têm até um corte na placa sob o optoacoplador que controla os transistores de alta tensão.
2 - interferência é coisa complicada e até meio “esotérica”, às vezes até a direçã relativa entre trilhas é importante, e a cosia piora à medida em que aumentam as frequências.


#3

Joia, as fiações dos relés e entradas dos interruptores passariam junto a fiação da rede elétrica da residência. Seria uma CLP para automatizar residências, veja, passaria junto com a fiação de corrente AC 110/220v. De qualquer forma vejo que o mais indicado é separar mesmo o Gnd do circuito de controle com o dos periféricos para garantir sua real funcionalidade :+1:t2: