Posso alimentar dois módulos na mesma porta de 3.3v do arduino


#1

Quero conectar um módulo ethernet enc28j60 e um mfrc522 no arduino, mas ele só tem uma porta de 3.3v, posso conectar os dois na mesma porta?


#2

Olá,

Também sou novo com o arduino.

Acho que o limite de shields que pode ser conectado nas portas 3.3v ou 5v é determinado pela corrente total que seus shields vão consumir; esse limite de corrente é determinado pela fonte que você alimenta o arduino.

Melhor confirmar com os participantes mais experientes :smile:

Abs


#3

Não necessariamente com a fonte, uma vez que as portas e o convesor também tem seu limite.
Aprenda a olhar o datasheet:
ethernet enc28j60 http://ww1.microchip.com/downloads/en/devicedoc/39662a.pdf 250mA
mfrc522 http://www.nxp.com/documents/data_sheet/MFRC522.pdf 10~40 mA
(supondo que seja um arduino uno) https://www.arduino.cc/en/Main/arduinoBoardUno 50 mA
Ou seja, talvez funcione, mas vai falhar eventualmente…
PS.: NB: Pins 10, 11, 12 and 13 are reserved for interfacing with the Ethernet module and should not be used otherwise. This reduces the number of available pins to 9, with 4 available as PWM outputs.


#4

Bem observado @Thomaz_Barros

Atentar para o max que o arduino suporta nessas portas de alimentação. :smile:

Abs


#5

Nessa placa standalone deve ser tranquilo então porque o regulador de tensão suporta 1A. Só preciso converter de 5v para 3.3v.

http://www.placastandalone.com.br/


#6

então aguenta… se alimentar separadamente


#7

Tive pesquisando um pouco sobre… Essas informações foram de vários fóruns, grupos etc muitas vezes desencontradas. Então melhor pesquisar!

No pino 5 V do Arduino é aconselhável limitar o consumo de corrente em aproximadamente 800mA. Esse limite não é por causa do regulador de tensão utilizado e sim pelo projeto do Arduino que não consegue uma boa dissipação de calor, então algo maior que isso podemos queimar componentes da placa.

Reforçando, não sei se essa informação procede. Seria bom alguém dos fazedores que tenha uma boa experiência com essa placa postar algo :wink:

Acho que na dúvida devemos utilizar um projeto de alimentação que contemple todos os componentes que serão utilizados no projeto, mais garantido :slight_smile:


#8

Na verdade é o regulador de tensão de 5V sim, ele é limitado em 800mA e logicamente para manter seu funcionamento no limite precisa dissipar bem o calor.


#9

Conectei o módulo de ethernet direto na porta de 5v, acho que ele suporta.


#10

É mais ou menos isso que o carrera disse. O regulador do Arduino é do tipo linear, e o método que ele utiliza para estabilizar (ou regular) a tensão, é dissipar na forma de calor a energia excedente da fonte. O cálculo pra saber qual é a potencia dissipada é muito simples, basta fazer (Vf - Vs) * i , onde Vf é a tensão da fonte, Vs é a tensão de saida do regulador, e i é a corrente que o circuito consome…ou seja, se a fonte que alimenta o Arduino for de 12V, a saída do regulador for de 5V e a corrente for de 1A (que é o máximo suportado por ele), a potência dissipada vai ser igual a (12 - 5) * 1 = 7W, o que com certeza é muito para um regulador deste tamanho, ou seja, na prática, e grande maioria dos casos, o máximo de corrente suportada pelo regulador acaba sendo um dado quase irrelevante, e a potência dissipada é o que manda. Porém praticamente todos os reguladores tem um circuito de proteção térmica incluído internamente, o que faz com que ele não queime se você exceder os limites de potência, antes que isso aconteça, ele simplesmente corta a corrente de saída, desligando o circuito até que o regulador esfrie o suficiente para ligar denovo.

Pra saber quanto de potência o seu regulador pode dissipar, é preciso saber a temperatura máxima suportada pela junção (normalmente aparece como Tj nos datasheets), e qual é a resistencia térmica do encapsulamento (normalmente aparece como 0ja nos datasheets ). Esse dado é informado em graus celsuis por watt, ou seja, se a resistencia térmica for de 60 graus por watt, quer dizer que ele aquece 60 graus acima da temperatura ambiente para cada watt dissipado…pegando o nosso caso como exemplo, se a temperatura ambiente for de 30 graus, e o regulador dissipar 7W, isso causaria uma temperatura de junção de 30 + (7 * 60) = 450 graus, o que com certeza é bem acima do limite máximo suportado…ou seja, você pode até usar um regulador de 2A ou 3A no seu projeto, se ele não tiver uma resistência térmica mais baixa, você não conseguirá trabalhar nem perto dessa corrente (considerando que as tensões de fonte e saída, e corrente consumida se mantenham fixas). Como regra geral, quanto maior o tamanho físico do regulador, menor será a resistência térmica.

A resistência térmica também depende do layout da placa, já que você usar o cobre como dissipador, e também dá pra incluir dissipadores externos…mas aí o post já ficaria grande demais, se é que já não ficou rsrsrsrs.