Raspberry Pi para montar Painel de TV


#1

Estou querendo montar um painel com dashboards e serviços de monitoração usando um Raspberry Pi.

Na prática, é usar o Raspberry para projetar um navegador (Chrome/Firefox) e colocar em cada aba a tela de um serviço que eu monitoro, rotacionando a tela de tempos em tempos. Dá para fazer isso usando uma estação PC normal, mas eu quero aproveitar a oportunidade para brincar com um Raspberry. :smile:

Pelo que pesquisei até agora, um Modelo B+ seria (mais do que) suficiente para fazer isso.

Mas queria opiniões. Existem alternativas? O que vocês sugerem? Existem modelos mais simples de Raspberry do que o B+ (ou até outros embarcados). O que vocês recomendam?


#2

Se você vai fazer um sistema para rodar em um navegador, você vai, basicamente criar uma webpage dinâmica, logo, não entendo o interesse em separar por abas do navegador se você pode meramente criar abas no próprio sistema.

Você pode fazer isso com qualquer framework/linguagem apropriado.

Existem muitas alternativas como BeagleBone e outros embarcados.

Existem modelos mais simples do RPi como o A e o A+.


#3

Acho que não fui claro, desculpa @sksdutra… eu vou usar sistemas web (dashboards, ferramentas de monitoração etc), e não criar eles na mão. :smile:

O A+ tem interface de rede? Eu achei que não tinha, posso ter entendido os specs errados. Para mim preciso de interface de rede.


#4

Foi como eu disse @lsdr , como RPi tem ênfase em Python como linguagem, você pode perfeitamente usar um framework como Django ou Flask para cumprir a tarefa, assim como pode instalar PHP(e até frameworks como Cake e Zend) e fazer o mesmo, assim como qualquer outra linguagem/framework(como Ruby/RoR), mas precisará checar a disponibilidade de libs para acessar a pinagem ou criá-las, por isso, usando Python ganha-se tempo.

A minha questão foi que você disse que queria uma “aba” para cada serviço no navegador e o que eu entendo por aba é uma nova instância do navegador, que nos navegadores modernos acionamos pressionando Ctrl+T e a minha sugestão foi integrar isso no próprio sistema ao invés de criar uma nova camada de software externo para cada coisa.

Sobre “interface de rede” você se refere à porta de Ethernet? Se sim, o A/A+ não tem, pois essa é uma das principais diferenças entre o A e o B, mas, dependendo do seu projeto, ela pode ser necessária ou não, por exemplo, se os dados os quais você vai trabalhar necessitam ser acessados remotamente, ou seja, o RPi precisa funcionar como um Servidor Web, a porta Ethernet será necessária para realizar a conexão com a internet, no entanto, o A/A+ pode perfeitamente fazer isso, se você dispuser de um ambiente Wi-Fi e usar uma porta USB para instalar um Dongle Wi-Fi, caso contrário, se o sistema precisa apenas mostrar dados localmente, a porta de Ethernet/Dongle Wi-Fi são soluções desnecessárias.

Nesse programa que desenvolvi com Teensy 2. Eu uso uma placa Teensy, um sensor de temperatura LM35, além disso uso Python e o Framework Flask para gerar um sistema web dinâmico que mostra a temperatura ambiente segundo a segundo. Nesse caso, eu preciso mostrar dados localmente, mas se necessário fosse, poderia usar um servidor web no PC cliente e compartilhar com o mundo a temperatura do meu apartamento.


#5

Sugiro procurar o modelo menos energy-intensive que suporte sua conectividade, ecom sorte você pode usar o USB de serviço da TV pra alimentar e não ter nenhum cabo extra saindo da TV (disclaimer: não é algo que os fabricantes recomendem, mas nunca deu problema pra mim, YMMV). Configure o Chrome pra auto-abrir na sua página e um esquema pra reboot se der algum xabu de reload e boa.

Em termos de software, eu usei Raspbian + Chromium com o B (não B+, que não existia na época), removendo todo o software que eu não usava e configurando pra abrir o X e o Chromium em full screen, com a home configurada apropriadamente… Aguenta bem um dashboard típico rodando em um servidor remoto, que é o que eu recomendo - não é porque o RPi pode rodar Rails, Python, Tomcat, um servidor de CounterStrike, o SETI@home e o relógio de mãozinhas do Mickey que você vai querer tudo isso nele - melhor deixar a complexidade para algo mais gerenciável e menos acessível que a traseira de uma TV pendurada em algum lugar.

Lembre-se que mesmo uma falha de conectividade vai exigir alguma ginástica - ter um RPi e um SD idênticos ao(s) da(s) TV(s) na sua mesa ajuda um bocado (em caso de problemas você configura no conforto da sua estação e só troca o SD.

Sucesso!

Chester


#6

@sksdutra @chesterbr desculpem a demora!

Valeu, era isso que eu precisava saber. Vou usar uns dois ou três dashboards vindos de Geckoboard, NewRelic e afins, só precisava de um Chromium rotacionando abas.

Boa dica de ter um outro par de RPi+SD. Acho que vai ser útil para um novato com o brinquedo.


#7

Recomendo o meu modelo B, que eu por acaso estou vendendo por míseros 100 reais. :smile:
Se que ser da um grito. :wink: