Reaproveitamento de sucata eletrônica


#1

Ola a todos. Estamos começando um projeto de reutilização de sucata eletrônica em nossa escola. Entretanto, estamos tendo muita dificuldade para desfazer as soldas em algumas placas, usando o próprio equipamento de solda. Uma possibilidade seria utilizar os equipamentos de ar quente, ditos “estações de resolda”. Entretanto, seu valor está fora de nosso orçamento atual (gastamos muito equipando o laboratório: equipamento para vários alunos, gasto multiplicado!). Alguém tem alguma sugestão de como retirar esses componentes ou algum projeto estilo “fazedores” para uma estação de ar quente?


#2

Não tenho nenhuma idéia para agilizar esse processo, mas infelizmente é assim, componentes DIP (perninhas) eu uso mesmo ferro de solda e sugador de solda com a placa presa, no começo é difícil, mas com o tempo você consegue fazer bem rápido.

Para componentes SMD, eu sei que não é a melhor forma, mas para agilidade é ótimo… passo uma fita tipo Kapton nos componentes para proteger as partes sensíveis e uso um soprador térmico até soltar, quando percebo, passo uma lâmina fina embaixo para soltar de vez e repito o processo no outro sentido. Dos componentes que retirei desse jeito, testei só alguns e não percebi nenhum problema devido ao aquecimento. Talvez possa ser feito com componente DIP também, mas por via das dúvidas eu faço o processo com sugador de solda mesmo.

Já ouvi falar de um sugador de solda que já aquece, mas eu nunca encontrei no mercado ou talvez não tenha procurado bem…


#3

Eu aprendi que pra tirar rapidamente os componentes com o próprio ferro de solda, basta aplicar um pouquinho de solda ‘nova’ nos contatos, Facilita muito o processo. Aplico em um contato e depois a solda que vou tirando vou passando nos próximos. Como sou péssimo em eletrônica, isso me ajudou bastante. É um processo um tanto quanto demorado em relação a sopradores de ar quente, mas é mais rápido que só passar o estanhador sobre os contatos.

Achei esse no ML, já usei um da mesma marca (o modelo difere um pouco) e achei de boa qualidade além de ter um preço bem acessível. Se quiser investir em algo melhor, aconselho comprar um Hikari.

Boa sorte com o projeto, nos mantenha informado sobre ele :smile:


#4

Amigo, além das ideias que os outros colegas já passaram, pense na possibilidade de usar um cadinho de solda. Existem alguns bem em conta, e o processo assim como na solda por “onda”, mergulha a placa(a parte que irá soltar) na solda por alguns segundo para remover o componente. É muito rápido. Só tem um custo inicial de estanho para enxer o cadinho. Boa sorte!


#5

Um outra dica, além de aplicar um pouco de solda nova nos contatos a serem dessoldados, é aplicar um pouco de pasta de solda. Algumas placas precisam de mais trabalho mesmo para dessoldar, um pouco mais de paciência. Parabéns pela iniciativa, acho que deveria divulgar mais isso e até criar um banco de componentes usados, onde a gente poderia enviar e requisitar componentes, que acha? Temos de nos preocupar cada vez mais com a geração de lixo eletrônico.


#6

Colegas Fazedores…
Agradeço as contribuições. Com calma, estou experimentando cada uma.
Já testei usar um pouco de solda nova e realmente ajudou bastante a acelerar o processo.
Quanto ao soprador e o cadinho, vou ainda verificar. Já encontrei o soprador aqui por um preço bom (R$ 99,00 também, mas não preciso pagar o frete!), está na lista de aquisições.
Tão logo tenha mais resultados, atualizarei.
Agradeço a todos.


#7

@ubjunior Recebi um e-mail da Usinainfo com esse equipamento aqui: Estação Dessoldadora com Sucção o preço é bem salgado mas, dependendo do que você precisa, pode ser fundamental para o seu projeto de reaproveitamento de sucata eletrônica.


#8

boa tarde senhores,
o processo mais rapido e eficaz se baseia em ultilizar sopradores de ar quente ,nao estaçao de ar quente de laboratorio,mais sim aqueles ultilizados na colocação de insufilme por exemplo.
apos o aquecimento ,basta bater de encontro com a bancada que todos os componentes caem da placa .
ultilizamos tambem alicates importados sem ranhura para deixar os componentes como novos.
apos a retirada e acerto dos terminais , deve se ultilizar um cadim ou banheira de solda de forma deixar os terminais limpos , usamos antes do banho de solda ,um banho de fluxo,este podendo ser fabricado de forma caseira com alcool isopropilico e breu ou cera de vera