Segunda placa, qual comprar ?


#1

Salve…

Eu já tenho um Arduino UNO R3, original. Como tenho interesse em comunicação, automação, etc… Já estou vendo a necessidade de adquirir outra placa para testes, a princípio, outro Arduino UNO R3.

Se, por um lado, eu quero material de qualidade, por outro não quero gastar mais do que o necessário, portanto, se as placas compatíveis forem de qualidade razoável, eu posso me decidir a adquirir uma dessas.

O motivo de minha dúvida é que tenho visto placas Arduino compatíveis por menos que a metade do preço de uma original, no Mercado Livre. Alguém tem alguma opinião formada a respeito da razoabilidade de adquirir uma compatível em detrimento de uma original ?

Desde já obrigado por qualquer ideia, ponteiro ou opinião…


#2

O caminho natural seria adquirir uma placa com mais pinos e interfaces, por exemplo, um Arduino Mega. Entendo que com a alta do dólar adquirir estes itens originais está ficando complicado mesmo.

Minha primeira placa foi um Arduino UNO original que comprei na Robocore, depois de muito pesquisar acabei me debandando para a linha Teensy, que você pode ter todos os detalhes em nosso blog.

Mais tarde eu adquiri um DUE original porque eu estava estudando ARM, na verdade foi meio que uma decepção: O projeto Arduino não estava, na época, preparado para passar ao 32-bit/ARM, espero que isso tenha mudado com o ZERO.

Depois foi que eu tentei comprar um clone do MEGA na Filipeflop justamente para verificar a qualidade, testar e escrever este artigo para o Fazedores que tem tudo o que você precisa saber sobre esse tema.

Minha experiência com a Filipeflop foi muito boa, em geral, as placas clones, vem mal embaladas e etc, mas a loja Filipeflop te manda em uma caixinha personalizada deles, com o cabo e etc o que melhora a experiência de adquirir um clone. Os headers para os pinos vieram um pouco tortos, algo que pode se esperar quando você paga menos em um clone (possivelmente chinês), mas até hoje a placa funciona normalmente sem grandes problemas, desde a época que escrevi este artigo.

Minha sugestão é que adquira o clone sem medo, ao meu ver, não há grandes diferenças em adquirir um original ou um clone, obviamente a qualidade do original é melhor, você está ajudando o projeto e tal, mas se as condições te permitem ter o clone, tenha o clone ou faça você mesmo que sai bem barato, garantido!


#3

up
a maioria das minhas placas sao clones 1/10 do preço de uma orginal, nunca tive problemas. De fato eh evidente a falta de qualidade da placa, mas nada que tenha tido defeitos depois de anos de uso. Vejo o arduino como uma placa pra prototipagem entao economizar tambem esta dentro do escopo.
Tem outras placas tambem que voce pode usar como o rasp pi (35US$), launch pad da texas instruments (10US$), serie freedom da freescale (25US$), tem tambem a serie discovery da stm(25US$).< todas essas voce compra original e com frete gratis no site do fabricante (exceto rasp pi) e no geral sao mais baratas que o arduino, mas sao totalmente diferentes quanto a interface e suporte. No site da farnel vende essas peças originais por um preço mais caro, so procurar por “desenvolvimento”


#4

@sksdutra, Muito obrigado pelo alerta quanto a comprar uma placa com mais recursos. Eu não havia considerado essa hipótese. O preço não é tão maior assim e já me deixa pronto para um outro passo num futuro próximo.

Quanto à Arduino DUE, por que foi uma decepção ? Essa seria a minha escolha natural, embora seja bem mais cara que a MEGA, que, depois de sua resposta, passou a ser forte candidata.

Vou dar uma olhada nas lojas para ver o custo delas.


#5

@Thomaz_Barros, Obrigado pela resposta rápida.

Depois de suas respostas (Sandro e Thomaz) já fiquei mais tranquilo em comprar uma placa alternativa.

Ficarei atento à possibilidade de outras plataformas para o futuro. Atualmente é tanta coisa nova que vou me concentrar na plataforma Arduino, pelo menos por enquanto :smile:


#6

Achei bem interessantes as placas da Teensy, mas, como disse, é muita novidade, se eu não me concentrar em alguma coisa, e ficar abrindo muito o leque de opções corro o risco de não chegar a lugar algum.


#7

Na época, nem todas as libs e interfaces do Arduino estavam disponibilizadas para o DUE, que aliás, só funcionava a partir de uma versão específica da IDE, em suma: O projeto Arduino lançou algo que não tinha total domínio, acho que, só agora devem estar superando isso, já que lançaram o ZERO em parceria com a fabricante do MCU.

Sobre a Teensy, não tem muito mistério, é uma placa compatível com Arduino, você pode utilizar a mesma IDE e instalar apenas o plugin Teensyduino, conforme está descrito no artigo, não tem curva de aprendizado e todas as placas Teensy são superiores às do projeto Arduino, simples assim. Faz muito tempo que não tiro Arduino da caixa e só trabalho com Teensy.


#8

Estou estudando muito, e, já cheguei à conclusão de que para qualquer estudo mais sério você não necessita de duas placas, mas na realidade de “muitas” delas. Qualquer número entre 2 e “n”.

Isso pode ficar um pouco caro :smiley:


#9

Com base nisso, estou considerando adquirir, além de um Mega, 1 ou mais (provavelmente duas) placas/módulos “Arduino Pro Mini”. Agora, já deixando de lado o perfeccionismo, partindo para os clones/compatíveis.


#10

Apenas para informação, adquiri (e estou aguardando a chegada) duas placas Arduino Pro Mini. O Arduino Mega ficará para outra oportunidade, e deverá ser a próxima placa, se o foco não for desviado :smile:

Obrigado a todos que se manifestaram e ajudaram na escolha !


#11

Salve turma !

Como bom principiante, não podia deixar de dar uma vacilada (vulgo - Iniciante só faz besteira).

Consgui comprar o material a tempo de chegar para o final de semana prolongado, onde esperava fazer város testes, e, no geral, me divertir bastante com as placas, quando notei que não tenho como conectar as placas ao computador para carregar os sketches.

Na pressa de adquirir o material, não prestei atenção a como eu iria conectar as placas e não providenciei o resto do material necessário. Vício de usar o UNO, onde basta conectar o cabo USB, e pronto.

O resultado final é que o final de semana prolongado está perdido, pelo menos para isso, mas para viabilizar o uso do material após suprir essa necessidade, o que é melhor ? Em termos práticos, o custo eu levo em conta após ter as informações gerais.

Imagens meramente ilustrativas, retiradas de anúncios no Mercado Livre.

Usar um cabo FTDI para ligar diretamente:

Ou usar um módulo conversor USB - Serial:

Alguma outra sugestão ? Tem alguma saída que eu possa fazer com material que se costuma ter em casa ? Lembarndo sempreque sou principiante em eletrônica, mas, por outro lado não tenho medo de aprender, nem de tentar soluções audaciosas :smiley:

Como sempre, qualquer orientação será bem vinda.


#12

Você pode usar o proprio arduino (uno,nano,mega, etc) como ponte de ligacao
procure “arduino as isp”


Alcance de comunicação sem fio
#13

Salve …

Valeu Thomaz, vais salvar meu fds :smiley:

Depois de uma ampla pesquisa baseada em sua sugestão, a princípio, optei por essa solução:

Salvo engano, não é necessário retirar o chip do Arduino UNO, e, com uma protoboard eu resolvo a falta de uma barra de pinos fêmea (mais uma coisa para a lista de compras: barras de pinos retos, 90 graus e fêmea).

Depois eu posto uma foto da gambiarra. Mais uma vez, obrigado !


#14

Salve…

Depois de uma semana tumultuada, em que não pude mexer em minhas placas, finalmente sobrou algum tempo que dediquei a tentar fazer alguma coisa de útil.

Como primeiro passo para iniciar os trabalhos, peguei uma de minhas placas Arduino Pró Mini (compatível) e soldei a barra de conectores FTDI.

A princípio correu tudo bem, mas, como bom principiante, e querendo verificar se não tinha soldado dois pinos juntos, peguei o multímetro e testei a continuidade entre os pinos paralelos. Para minha surpresa, o pino marcado GND (último - em baixo, na segunda foto) e o pino imediatamente acima tem continuidade. Por mais que eu olhe com a lupa, não vejo solda ligando os dois pinos, mas…

Alguma ideia ?


#15

Normal, os dois são GND


#16

Salve…

Antes de ver a sua resposta, eu acabei testando a continuidade na outra placa, antes de soldar os conectores, e vi que estava tudo certo.

Depois procurei na internet e achei o seguinte “esquema” de ligações, que confirma o que você já disse em sua resposta.

Mas é sempre bom ter uma resposta, principalmente quando a mesma é tranquilizadora :slight_smile:


#17

Como prometido, aí vão duas fotos da gambiarra para usar o Arduino Pro Mini, sem o cabo FTDI, utilizando o “Arduino como ISP”.

Ficou com mais cabos do que o mecessário, já que, como os cabos ligados ao Arduino Pro Mini são macho/Fêmea, eu poderia tê-los ligados diretamente ao Arduino UNO, mas preferí fazer assim mesmo. Depois, com calma, eu elimino o excesso de cabos.

Agora vou soldar o resto dos pinos nos Arduinos Pro Mini para poder fazer os testes com os NRF24L01. Ainda nem fiz nada com eles (NRF24L01) e os módulos ESP8266 já estão chegando.


#18

Continuando minhas aventuras (e desventuras) com as placas Arduino Pro Mini, e, com a chegada de meu módulo conversor USB/Serial, parti para testar as duas placas e, no geral, me acostumar com elas, que são bem diferentes de meu UNO.

Depois de procurar na internet, efetuei a cenexão e passei aos testes.

Comecei com o básico, o Sketch Blink, e… o LED não acendeu. Passei as duas horas seguintes verificando tudo, e, como estava tudo certo, procurando outros esquemas de ligação, já que aquele, obviamente, estava com algum problema.

Depois de me convencer que não havia nada errado, lembrei que tinha outra placa Arduino Pro Mini e resolvi substituir a que estava em testes, e… funcinou,o LED acendeu sem problemas.

Voltei à primeira placa e nada de o LED funcionar. A essa hora eu já achava que a placa estava bichada, e, para testar se era o caso, resolvi ligar um LED externo e testar nas duas placas, começando com a que eu sabia estar boa.

Como pode ser obervado na imagem acima, funcionou perfeitamente. Então passei para a outra placa, a problemática.

Como pode ser observado, ela também funcionou, sem o LED da placa, que aparentemente está avariado (já veio assim).

Depois desse estresse todo, e da perda de tempo, resolvi encerrar os testes pelo dia :smiley: