Problema na ligação do laser com CNC shield

Olá amigos, estou com problema na ligação do laser pois fica ligado direto, já fiz várias configurações mas sem sucesso.
Uso: Arduino uno, CNC shield v3.0, grbl v1.1, laser de 15w com pwm/ttl!

![IMG-20200101-WA0001|430x500]

Olá Jefferson, me parece que vc está alimentando o laser direto, sem a modulação, (PWM).
Ainda não posso te dar uma ajuda mais detalhada porque a minha máquina ainda não está pronta, acredito que durante a semana termino. É igual a tua, Arduino Uno, CNC Shield V3.0, GRBL e Laser de 15W PWM/TTL. Tomara que eu não tenha o mesmo problema… kkkk
Mas não te assustes, logo, logo, vai aparecer aí alguém mais entendido do que nós e resolver o problema.
Um abraço, Valter

pode ser problema no seu Código G

Visão geral do modo laser

A principal diferença entre a operação padrão do Grbl e o modo laser é como a saída do eixo / laser é controlada com os movimentos envolvidos. Toda vez que um estado do fuso M3 M4 M5 ou velocidade do fuso Sxxx é alterado, o Grbl parava, permite que o fuso mude e continue. Este é o procedimento operacional normal para um eixo de fresadora. Precisa de tempo para mudar de velocidade.

No entanto, se um laser iniciar e parar assim para cada troca de fuso, isso causará abrasão e corte / gravação irregulares! O novo modo a laser do Grbl evita paradas desnecessárias sempre que possível e adiciona um novo modo dinâmico de potência a laser que escala automaticamente a energia com base na velocidade atual relacionada à taxa programada. Assim, você pode obter resultados super limpos e nítidos, mesmo em uma máquina de baixa aceleração!

Ativar ou desativar o modo laser do Grbl é fácil. Apenas altere a configuração de $ 32 Grbl.

  • Para ativar : Envie um $32=1 comando ao Grbl .
  • Para desativar: Envie um $32=0 comando ao Grbl .

AVISO: Se você voltar do modo laser para um eixo- árvore para fresar, DEVE desativar o modo laser enviando um $32=0 comando ao Grbl . As operações de fresagem exigem que o eixo atinja a rotação correta para cortar corretamente e seja seguro , ajudando a impedir que uma ferramenta quebre e arremessar estilhaços de metal em todos os lugares. Com o modo laser desativado, o Grbl fará uma breve pausa em qualquer velocidade do eixo ou mudança de estado para dar ao eixo a chance de acelerar antes de continuar.

Operação no modo laser

Quando o modo de laser é activado, Grbl controla a energia do laser através da variação da 0-5V tensão do pino PWM D11 fuso. 0V deve ser tratado como desativado, enquanto 5V é a potência máxima. Também se supõe que as tensões intermediárias de saída sejam lineares com a potência do laser, de modo que 2,5V seja aproximadamente 50% da potência do laser. (Existe uma opção de tempo de compilação para mudar esse modelo linear para iniciar em uma tensão diferente de zero.)

Por padrão, a frequência PWM do eixo é 1kHz , que é a frequência PWM recomendada para a maioria dos sistemas de lasers compatíveis com Grbl atuais. Se uma frequência diferente for necessária, isso poderá ser alterado editando o cpu_map.h arquivo.

O laser é ativado com os comandos M3 CW do eixo e M4 CCW do eixo. Eles permitem dois modos diferentes de laser que são vantajosos por diferentes razões cada um.

  • M3 Modo de potência constante do laser:
    • O modo de potência constante do laser simplesmente mantém a potência do laser programada, independentemente de a máquina estar em movimento, acelerando ou parada. Isso fornece um melhor controle do estado do laser. Com um bom programa de código G, isso pode levar a cortes mais consistentes em materiais mais difíceis.
    • Para um corte limpo e evitar queimaduras com M3 o modo de potência constante, é uma boa ideia adicionar movimentos de entrada e saída em torno da linha que você deseja cortar para dar espaço à máquina para acelerar e desacelerar.
    • NOTA: M3 pode ser usado para manter o laser ligado para focar.
  • M4 Modo Dinâmico de Potência a Laser:
    • O modo de potência dinâmica do laser ajustará automaticamente a potência do laser com base na velocidade atual em relação à taxa programada. Essencialmente, garante que a quantidade de energia do laser ao longo de um corte seja consistente, mesmo que a máquina possa ser parada ou acelerada ativamente. Isso é muito útil para gravação e corte limpos e precisos de materiais simples em uma ampla variedade de métodos de geração de código G pelos programas CAM. Geralmente, ele roda mais rápido e pode ser tudo o que você precisa usar.
    • O Grbl calcula a potência do laser com base no pressuposto de que a potência do laser é linear com a velocidade e o material. Freqüentemente, esse não é o caso. Os lasers podem cortar diferentemente em níveis de potência variados e alguns materiais podem não ser bem cortados em uma velocidade e / potência específicas. Em resumo, isso significa que o modo de energia dinâmica pode não funcionar em todas as situações. Sempre faça um teste antes de usá-lo com um novo material ou máquina.
    • Quando não está em movimento, M4 o modo dinâmico desliga o laser. Só liga quando a máquina se move. Isso geralmente torna o laser mais seguro de operar, porque, ao contrário M3 , nunca fará um buraco na sua mesa, se você parar e esquecer de desligar M3 a tempo.

Descreva abaixo as alterações operacionais do Grbl quando o modo laser está ativado. Por favor, leia-os atentamente e entenda-os completamente, porque nada é pior que um incêndio na garagem .

  • O Grbl se moverá continuamente através de comandos de movimento consecutivos quando programado com uma nova S velocidade do eixo (potência do laser). O pino PWM do eixo será atualizado instantaneamente através de cada movimento sem parar.
    • Exemplo: O seguinte conjunto de comandos do código g não pausará entre cada um deles quando o modo laser estiver ativado, mas pausará quando desativado.
 G1 X10 S100 F50
 G1 X0 S90
 G2 X0 I5 S80
  • O Grbl aplicará uma parada de movimento no modo laser em algumas circunstâncias. Principalmente para garantir que as alterações fiquem sincronizadas com o programa de código G.
    • Qualquer M3 , M4 , M5 estado do fuso mudança .
    • M3 somente e nenhum movimento programado: Uma mudança na S velocidade do eixo-árvore .
    • M3 somente e nenhum movimento programado: Uma mudança de G1 G2 G3 estado alimentada por laser para estado desativado por laser. G0 G80
    • NOTA: M4 não para por nada além de uma mudança de estado do eixo-árvore .
  • O laser só irá ligar quando Grbl está em um G1 , G2 ou G3 modo de movimento.
    • Em outras palavras, um G0 modo de movimento rápido ou G38.x ciclo de sonda nunca liga e sempre desabilita o laser, mas ainda atualiza o estado modal em execução. Quando alterado para um G1 G2 G3 estado modal, o Grbl ativará imediatamente o laser com base no estado atual de operação.
    • Lembre-se de que G0 é o modo de movimento padrão ao ligar e reiniciar. Você precisará alterá-lo para G1 , G2 ou G3 se desejar ligar manualmente o laser. Esta é estritamente uma medida de segurança.
    • Exemplo: G0 M3 S1000 não liga o laser, mas define o estado modal do laser para M3 ativado e ligado S1000 . Um G1 comando a seguir será imediatamente definido como M3 e S1000 .
    • Para que o laser seja alimentado durante um movimento de jog, primeiro ative um modo de movimento e um estado de eixo válidos. Os seguintes movimentos de deslocamento herdarão e manterão o estado anterior do laser. Por favor, use com cautela embora. Essa capacidade é principalmente para permitir ligar o laser em uma potência muito baixa para usar o ponto do laser para movimentar e localizar visivelmente a posição inicial de um trabalho.
  • Uma S0 velocidade zero do fuso desligará o laser. Quando programado com um movimento válido do laser, o Grbl desativará o laser instantaneamente sem parar pela duração desse movimento e dos movimentos futuros até que seja definido como maior que zero.
    • M3 modo laser constante, essa é uma ótima maneira de desligar a energia do laser enquanto se move continuamente entre um G1 movimento do laser e um G0 movimento rápido sem precisar parar. Programe um G1 S0 movimento curto logo antes do G0 movimento e um G1 Sxxx movimento é comandado logo depois para voltar ao corte.

Notas de implementação do desenvolvedor CAM

TODO: Adicione algumas sugestões sobre como escrever o código g do laser para o Grbl.

  • Ao usar M3 o modo de energia a laser constante, tente evitar condições de sincronização forçada durante um trabalho, sempre que possível. Basicamente, todas as trocas de velocidade do fuso devem ser acompanhadas por um movimento válido. Qualquer movimento é bom, pois o Grbl ativará e desativará automaticamente o laser com base no estado modal. Evitar uma G0 e G1 comando sem palavras eixos neste modo e no meio de um trabalho.
  • Garanta movimentos suaves por toda parte, ligando e desligando o laser sem um M3 M4 M5 comando de estado do eixo. Existem duas maneiras de fazer isso:
    • Programe uma velocidade zero do fuso S0 : S0 é um código G válido e desliga o fuso / laser sem alterar o estado do fuso. No modo laser, o Grbl se moverá suavemente através de movimentos consecutivos e desligará o eixo. Por outro lado, você pode ligar o laser com uma velocidade do eixo S maior que zero. Lembre-se de que M3 o modo de potência constante requer que qualquer S alteração na velocidade do fuso seja programada com um movimento para permitir movimento contínuo, enquanto M4 o modo de potência dinâmica não.
    • Programe um movimento não energizado entre os movimentos acionados : se você estiver percorrendo partes de um trabalho raster que não precisam do laser, programe um G0 rápido entre elas. G0 faz com que o laser seja desativado automaticamente. A última velocidade do fuso programada não muda, portanto, se um movimento energizado válido, como a, G1 for executado depois, ele imediatamente energizará o laser com a última velocidade do fuso programada ao executar esse movimento.

.

posta o seu codigo G para puder analisar

Desculpe sou iniciante no assunto, oq seria o meu cód G a configuração do grbl no software?

O programa do desenho, que vc coloca no software que controla o grbl

Oi consegui resolver em termos, o problema estava na edição do grbl1.1, porém eu só tenho a máxima do laser com M3 S0 e desliga com M5S0 saindo do pino 12 do arduino. Eu vi q há possibilidade de c ter esses comando M3S0 POTENCIA 0% q seria desligado,
M3S500 POT 50% E M3S1000 POT 100%, saindo do pino 11 que seria o pwm. Acho q seria isso!
Estou pesquisando para ver c chego no resultado, estou a disposição para ajudar c precisarem!

NO RGBL:
$30 = 1000
$31 = 0
$32 = 1

amis vc tem que usar a entrada do pwm na placa do drive do laser

Olá Jefferson, baixa o LaserGRBL v3.0.24, é próprio para maquinas Laser.
Minha máquina ficou pronta e estou usando o LaserGRBL v3.0.24. Esta versão já vem pronta para laser e achei muito mais prático e confortável o uso do que o GRBL v1.1. Uma coisa que me deixa com dúvida, é o controle de potência através do “Z-” ou “Z+” da CNC Shield v3.0. Como é que “varia a tensão” nestes pontos. Será que devo usar um resistor pull-up de 1k nesta ligação? Você usa esta ligação? Qual a tua opinião sobre isso marcosr?

Olá Valter e Marcos ainda sem sucesso na minha ligação, TB uso o laserGRBL e a minha saída q ativa e desativa fica no pino 13 do arduíno q é o Spin Dir da CNC shield mesmo ativando o ($32=1) o laser fica com potência total, já revisei várias vezes o meu código G até mesmo testei com o Config.h e cpu.map editado mas sem sucesso, no pino 11 do arduíno (Z+,Z-) apresenta 5v e o laser fica ligado direto com potência total nunca desliga!

Olá Jefferson, é, pelo visto parece que vou enfrentar o mesmo problema. Eu não estou tendo muito tempo para me dedicar a isso, estou meio assoberbado, pelo menos por mais duas semanas. Por isso eu falei que não entendi o controle via “Z+/-” que é a ligação que eu verifiquei com os depoimentos do pessoal na internet. Quando eu recebi o canhão do laser, fiz alguns testes e usei uma fonte variável 0 - 5 V para ver o comportamento do bicho. Com 0,6 a 0,8 V ele solta um feixe bem fraquinho, ideal para você definir o seu ponto zero ou fazer ajuste de foco sem queimar nada, nem os dedos… kkkk
Com 1,0 V ele já começa a queimar. com 1,5 V aproximadamente, ele já corta papel e assim por diante até 5 V quando atinge a potência total, aí corta tudo o que vc colocar na frente.
Enquanto eu tento me livrar por aqui dos meus pepinos, construção/reforma/pintura… etc… e mais etc… kkkk, vamos aguardar que apareça alguém por aí para nos dar umas dicas a respeito. Também quero saber como controlar o feixe laser com TTL, disso não manjo nada.
Até mais!!

1 Curtida