Ajuda com servo motores

Olá ,pessoal. Estou com um problema tosco rsrs. Estou fazendo um labirinto que é movimentado por 2 servo motores usando arduino ,porém, não estou conseguindo fixar as hélices (braços) dos servos na chapa de ferro para fazer os movimentos. Poderiam me ajudar ? Desde já, agradeço.

Se tiver parafusos pequenos para plástico é tranquilo (pode conseguir esses parafusos em tranqueiras de camelô, por exemplo). Precisa colocar o parafuso de fixação do bracinho no eixo do servo, senão ele vai se soltar.
Pode literalmente “costurar” o bracinho no seu suporte com linha comum e superbonder… amarre com várias voltas de linha, passando pelos furos do bracinho (faça furos correspondentes na chapa) e depois de colocar bastante linha, “molhe” a linha com superbonder. Você não vai acreditar na resistência disso…

Uma observação adicional: tem certeza de que seu servo tem torque suficiente para fazer o que você pretende ?

o torque seria a rotação? 180 graus.

São 2 servos 180 graus pra movimentar a madeira mdf

Não, não tem nada a ver um com o outro…precisa entender os conceitos antes de tentar construir alguma coisa…

Torque: 1,8 Kg/cm (4,8V) e 2,2 Kg/cm (6V);
Modelo: MG90S;

Na verdade estou tentando fazer um projeto que um amigo fez há um tempo atrás. Mas ele não me passou todas as informações.

Não adianta me passar a especificação do servo, quem vai determinar isso são as características do seu projeto. Eu já executei um projeto em que dois servos de 30 kgf.cm juntos não deram conta do serviço. Acabei tendo que construir um monstrengo com mais de 150 kgf.cm de torque…

1 Curtida

Sim, meu amigo que me passou esse servo pra esse projeto, então vou testar e prender da maneira que vc me falou lá em cima com linha e cola.

Recebi agora a noite o email referente a esse caso e pode ate parecer puxa-saquismo, mas entrei aqui só para ver qual solução o @Ludicon iria propor. Esse cara é muito criativo e levanta questoes muiito importantes que as vezes nao levamos em conta. Adorei a solucao da linha com superbond.
Abração @Ludicon

Obrigado… 35 anos de manutenção de campo fazem isso com a gente… :rofl:
Tecnicamente eu sou um “Maker profissional de tempo integral”, desenvolvo protótipos, dou suporte a P&D e outras doideiras… entẽo eu TENHO que saber como resolver os problemas com o que existe à mão… E eu me beneficiei do tempo em que informação técnica tinha que ser garimpada cuidadosamente, em 1976 não existia o “tio Google”, e para citar um exemplo, as revistas de eletrônica custavam uma fortuna… eu colecionava os jornaizinhos gratuitos de propaganda das lojas, que vinham com algumas tabelas de características e pinagens de componentes, e também comprava revistas danificadas por quilo, na sucata, e a partir disso fui montando um banco de dados de eletrônica.
Multímetros custavam o preço do carro da minha mãe, então comprei o menor e mais barato que existia, e fui criando módulos adaptadores para ampliar as capacidades do instrumento, e por aí vai…
Isso cria um conjunto extremamente sólido e coeso, que te permite extrapolar quando necessário.