Descarga de Bateria

#1

Boa Noite Pessoal,

Estou resolvendo um exercico da escola, porém, a resolução efetuada não me satisfez.

segue abaixo o enunciado.

Suponha que o circuito elétrico de um carro é elaborado com resistores em paralelo como mostra a figura abaixo (1 bateria de 12vcc / 56Ah em paralelo com 5 resistores, sendo eles: R1 = 5K, R2 = 20K, R3 = X, R4 = 30K, R5 = 7K ). Com base na lei de Ohm e nas equações apresentadas para determinação da resistencia equivalente, determine qual o valor máximo da resistencia que deve ser colocada no veículo para que a corrente disponível não ultrapasse a sua capacidade nominal.

não entendi o por que da necessidade de converter o valor de 56 Ah para Amperes por segundo, 0,0015555.

0 Likes

#2

0,0155 e quando coulombs por segundo estão passando.
sendo que 1 ohm deixa um coulomb passar por segundo.

Bem, o problema e que a bateria de um carro tipicamente usa uma regra de 20 horas.
entao 56ah/20horas idealmente daria 2.8amps direto, porem o a descarga maxima, tipicamente esta especificada na bateria.

0 Likes

#3

Que exercício mal escrito… falta informação para poder resolver isso. Não adianta fornecer apenas a capacidade nominal da bateria, para resolver isso tem que fornecer informação adicional.
Além disso, “determine qual o valor máximo da resistencia” deve ter sido escrito por um alino da terceira série, não é possível que algum curso técnico use uma questão redigida assim.
Se é para não ultrapassar uma corrente máxima, é necessário determinar o valor MÍNIMO…
Em resumo : essa questão NÃO PODE SER RESPONDIDA COM BASE NOS DADOS APRENSENTADOS.
E pode dizer isso para o seu professor…

0 Likes

#4

@Ludicon creio que a questão é para testar dois conceitos da matéria. A lei de Ohm e associação de resistores.

@Rafa.carmo a questão te dá o valor da tensão e da corrente máxima que a bateria pode dar. 12V por 56A. A questão do tempo esquece por enquanto.

Se usarmos a lei de Ohm o valor da resistência equivalente da bateria seria dada por Req = 12V/56A = 0,2142 Ohm. Esse valor é o valor máximo de resistência para a capacidade nominal da bateria.

Na sequencia você tem (no meu entendimento) 5 resistores em paralelo. R1, R2, R3, R4 e R5 e voce precisa determinar o valor de R3.

A resistência equivalente de circuitos resistivos é dado pela formula:

1/Req = 1/R1 + 1/R2 + 1/R3 + 1/R4 + 1/R5. Como você já tem o valor de Req é simples calcular o valor de R3 substituindo os demais valores conhecidos na fórmula.

Depois me conta o resultado aqui.

Abraços.

0 Likes

#5

Wagner, você não pode assumir esse valor de corrente máxima… Não foi especificada a taxa de descarga…
Se for uma bateria automotiva por exemplo, a “corrente máxima” que pode ser drenada sem danificar as placas é da ordem de 600A para uma bateria de 56Ah (“cold cranking current” ou corrente de partida a frio) mas esse valor é limitado a cerca de 10 segundos com intervalo de resfriamento de vários minutos (não me lembro dos dados numéricos agora).
E, novamente, o valor da resistência nesse caso não é o “máximo”, e sim o “mínimo”…
Mas eu já vi questão de vestibular da USP com erros de português e com duplicidade de sentido…
Com os dados fornecidos não é possível dar uma resposta coerente.

0 Likes

#6

@Ludicon, realmente errei no caso da resistência. O valor determinado era o valor mínimo para que “a corrente disponível não ultrapasse a sua capacidade nominal”. Como foi citado na questão, a capacidade nominal é de 56A.

A questão não tratava da capacidade de descarga da bateria (não foi citado), portanto para ilustrar uma questão simples, provavelmente de um segundo grau técnico, as informações eram suficientes para calcular o valor máximo de R3.

Posso ter me enganado em relação ao cálculo da Req da bateria porque não vislumbrei a questão do tempo, como foi citado pelo @Arnold_Rudge, uma vez que se dividirmos a corrente por 3600 (quantidade de segundos em 1 hora) a Req muda. Corrente (A) = 1 coulomb / 1 segundo.

Mas o @Rafa.carmo vai tirar isso de letra, ele saberá se deve converter o A.h para A.s ou se não será necessário tal calculo. Acredito que vai depender da matéria já ter sido aplicada ou não pelo professor.

Abraços.

0 Likes

#7

Wagner, de forma alguma quis contradizer você, o cerne da minha afirmação é que o exercício está mal formilado, e não existe forma de dar uma resposta correta porque a pergunta não fornece as informaçãoe minimamente necessárias. Eu aprendi matemática, Física e etc entre 1968 e 1982, então me acostumei com exatidão, definições precisas e etc. Uma questão dessas é reflexo do estado miserável de nossa educação, mesmo a técnica. Decidi cursar engenharia elétrica com quase 50 anos de idade, mas desisti depois de descobrir que os alunos do segundo ano de engenharia não sabiam fazer conta com vírgula, e que eu sabia mais que 80% dos meus professores, e todos tinham mestrado (alguns tinham doutorado)

0 Likes

#8

@Arnold_Rudge, ok, entendi a conversão para C/s porém no meu ponto de vista a bateria deve durar uma hora fornecendo os 56Ah, sendo assim eu deveria calcular o tempo que levaria cada circuito resistivo baseando nessa taxa de C/s?

0 Likes

#9

Como comentei com @Arnold_Rudge, no meu ponto de vista para esse exercício eu deveria considerar a carga de 56Ah, e calcular baseando nas resistências dos circuitos o tempo de descarga levando em conta as informações fornecidas.

0 Likes

#10

Você não deveria “considerar” nada, o examinador tem a obrigação de delimitar o problema e fornecer todos os dados necessários, estou falando sério…

0 Likes

#11

@WagnerB, a responda foi dada baseada na informações apresentadas, porém não me convenceram dado que o professor que passou este exercício não é da área.

0 Likes

#12

Exatamente, ele não sabe, e portanto não pode passar exercícios…
Eu cheguei a escrever em prova no curso de Engenharia que a pergunta tinha duas interpretações possívels, e resolvi das duas formas… :rofl::rofl::rofl::rofl::rofl:
Depois o saco encheu e eu abandonei o curso.

0 Likes

#13

@Ludicon eu sei disso, me desculpe. Apenas me baseei no que estava descrito na questão pelo nobre colega que nos colocou o problema.

Em relação a questão, pela minha experiência passada, sei que no descritivo de uma questão vem todas as informações necessárias. E pela minha interpretação do texto eu encontrei as informações que eu precisava para resolver a questão.

Não coloquei em xeque a capacidade intelectual do mestre/professor, mais pela simplicidade da pergunta (assumi que o texto da questão estava completo) do que pelo conhecimento colocado a prova para os alunos.

Uma coisa é certo. Vivi muita coisa no curso superior em relação as questões que os mestres/professores expunham aos alunos e decerto em um curso desses vamos encontrar alguns profs que procuram um gênio escondido dentro dos inúmeros alunos matriculados e com certeza não encontram kkkkk. Também pudera…

Mas vamos que vamos…

Abraços.

0 Likes

#14

Bom dia pessoal,

Como já era esperado os organizadores do curso enviaram uma nota de correção do exercício, agradeço a todos pela ajuda.

Olá alunos da disciplina de Introdução à Engenharia.

Tivemos um equívoco ao elaborar nossa

2ª Fase

da atividade

M.A.P.A

, acarretando em um valor errado na resolução das Etapas III e IV.

Nessas etapas, para efetuar os cálculos, necessitamos da corrente ( i ), esta foi usada como sendo:

i = 56/3600 = 0,0155

Foi informado que a bateria é de 56Ah, isso é, ela fornece uma corrente de 56A durante 1 hora até esgotar sua carga. Portanto, o uso correto da corrente ( i ) nessas etapas, é de i = 56A

0 Likes

#15

A correção está tão furada quanto o exercício… remendaram e ficou na mesma…
Ela fornece 56A durante uma hora, ou 28A durante duas horas, ou 56mA durante mil horas… isso não quer dizer nada a menos que eles especificassem o tempo de descarga pretendido… Ou que dessem a especificação de CORRENTE DE PARTIDA A FRIO se for uma automotiva ou de CORRENTE MÁXIMA DE DESCARGA se for uma gel ou estacionária…
Mas fala para o professor que, por exemplo, se ele usar uma bateria estacionária de 60Ah para dar partida no fusquinha dele, vai destruir a bateria imediatamente, enquanto que se ele usar uma bateria automotiva de 60Ah não… Porque a CORRENTE MÁXIMA permitida para uma estacionária é muito inferior àquela permitida para uma automotiva, justamente por causa da corrente de partida.
Trabalhei vários anos com energia solar, e era um porre tentar fazer o povo entender que bateria estacionária de banco de energia solar NÃO PODE SER “EMPRESTADA” pra dar “só uma partidinha no barco”…

0 Likes

#16

@Ludicon, é para desconsiderar a bateria e considerar uma fonte qualquer de corrente contínua, é apenas uma introdução.

0 Likes