Problema com relé colado

Boa tarde pessoal,

tenho um projeto que estou trabalhando envolvendo o monitoramento de placas solares, e faz parte medir a Tensão de circuito aberto e Corrente de curto ao longo do tempo, minha solução foi utilizar um relé p abrir e fechar o circuito e realizar as medições, a placa fornece no máximo 9A (na prática fica em torno de 4A) então utilizei relés de 10A, porém sempre que começa a rodar o programa os termineis do relé colam e param de funcionar como deveria, tentei utilizar um fusivel de 10A para proteger o relé, mas ainda sim continua com esse problema, existe alguma alternativa para me ajudarem? Isso é normal? Devo utilizar relés com maior capacidade de corrente ou isso não faria diferença?

O ideal é usar um FET. Se for usar relê tem que ser para uns 50A ou mais para não colar contato, e mesmo assim vai ter desgaste nos contatos.

Eu pensei que o relé resolveria o problema e foi a solução que mais achei na internet. O FET consegue aguentar 10A? Porque pelo que procurei me pareceu que o transistor não aguenta muita corrente. Como é um protótipo eu não ligo tanto pra vida útil dos componentes etc, o principalmente objetivo pra mim agora é que ele funcione pelo menos um pouco para ver que é possível, com o menor custo possível ahahahha então o importante pra mim é ter a coisa mais barata possível que consiga fazer a função de chaveamento com uma corrente que pode chegar até 9A

A corrente nominal de um relê ou de qualquer contato mecânico) depende da tensão, tipo de corrente (continua ou alternada) e natureza da carga alimentada (resistiva, capacitiva, indutiva). A especificação de contatos é normalmente para corrente alternada e carga resistiva, as condições mais favoráveis para contatos mecânicos.
Aqui você vê os tipos de classificação para corrente alternada:

Para corrente contínua a coisa é bem pior…
Quanto ao FET, existem tipos que suportam 250A e até mais, é só questão de selecionar.
Uma sugestão rápida e barata: use relês automotivos ou para caminhões, tipo relê auxiliar para faróis. São naturalmente aptos a altas correntes. E use o seu relê de 10A para comandar o relê maior.

1 curtida

Cara, muito obrigado pela ajuda ahahaha, eu não tinha conhecimento que isso fazia diferença kk, sou relativamente no mundo de eletronica/eletrica kkk. vou procurar mais sobre como essas propriedades influenciam no dimensionamento do sistema que irei criar, vlw pela ajuda =DD

Fórum é para isso ! Abraço !

Hmmm a alguns séculos atrás usei SCR pra ensaio de corrente de curto monitorado com osciloscópio com memória

O SCR só pode ser usado em AC nesse caso. Senão ele não desliga mais…

Verdade, com o curto a corrente subia barbaramente e após alguns segundos caia o disjuntor de alguns centos de Amperes :skull_and_crossbones: que tinha na bancada do circuito só por segurança. Era meio tosco mas funcionou bem.