Controle Autorama

Ola amigos estou pensando em fazer um acelerador para autorama algo relativamente simples.
O que deixa a empreitada especial e poder fazer com minha filha de 13 anos e hoje com plataformas tipo tinkercad a coisa ficou relativamente mais simples… sem mais delongas vamos a ideia.
Basicamente pretende controlar a velocicade do motor usando potenciometro deslizante de 10k e alguns transistores.
Acoisa começa a complicar a medida que aparecem os incrementos a ideia e ter um controle de entrega de potencia de 0 a 100% o controle de freio segue a mesma logica e ainda um controle de sensibilidade que deixa o gatilho mais ou menos sensivel. (pronto neste ponto ja não dou conta)
Porem a coisa piora um pouquinho a ideia e que se consiga ir colhendo informação volta a volta corrigindo erros e tirando o maximo do brinquedo.
A ideia e usar o arduino uno e trazer a pequena para bancada para que a cada passo ela possa aprender uma lição nova,

Desde ja agradeço caso alguem possa ir me dando uma luza neste procasso

Já que vai utilizar arduino, você pode fazer a alimentação dos motores ser controlada por pwm. O potenciômetro vai na entrada analógica do arduíno e uma saída pwm proporcional é gerada na saída. Para mudar a sensibilidade vc pode tanto usar botões que alteram o valor de uma constante que vai fazer o pwm do motor responder proporcionalmente a outra faixa de valores. Por exemplo, com ganho de 1x ( ajustado pelo botão de sensibilidade) e usando um potenciômetro de 10k para o acelerador, o pwm da saída vai responder proporcionalmente de 0 a 255 variando a resistência de 0 a 10k ( basta usar a função MAP pra fazer essa conversão), já para um ganho 10x o pwm vai responder proporcional de 0 a 100k.
Pode colocar fototransistor para detectar a passagem do carro e medir o tempo da volta.

Roger boa tarde obrigado pela resposta .
A ideia e basicamente esta estou quebrando a cabeça com o sistema de freio normalmente qdo para de acelerar por conta da inercia o motor continua girando (funcionando como gerador) estou pensando em usar um transistor p para para chavear este momento como se induzise o motor a girar no sentido contrario .
A questão seria como controlar a sensibilidade do freio? (pensei em usar mais um potenciometro para isso)

Para frear o motor você pode simplesmente curto-circuitar os terminais depois de cortar o PWM, já ajuda MUITO.

2 curtidas

Uma contribuição de 2 centavos para a questão. Faz uns 50 anos, fiz um “super controle”, uma amontoagem eletronica, … tive muita dificuldade pois a voltagem era muito variável com filtragem sofrível por isso usei um retificador parrudo e um capacitor grande, um par de 2n3055 e resistores e mais o resistor linear original do controle, coloquei um switch para acionar o freio e um rele para desconectar a alimentação, usei no freio um SCR como num circuito de “crowbar”, mas precisava de um resistor em serie, de fio, usei 1 ohm 10watts. Interessante que o freio com o rele não era tão eficiente , só melhorou quando coloquei o circuito com o SCR. Boa Sorte!!!

Opa, saudades de fritar os dedos com o indestrutível 2N3055, o Transistor do Rambo… :rofl:

1 curtida

No Exterminador ( o primeiro), quando a Sarah Connor espreme o monstro na prensa hidraulica alguns 2n3055 são mostrados… kkkkk